Processo de Soldagem de Tubos PPR

Procedimento de Soldagem de Tubos PPR

A utilização de tubos de cobre em sistemas para água quente é o mais comum, porém, a cada dia, maior é o número de alternativas existentes no mercado. Um exemplo são os tubos de PPR, que vêm sendo muito utilizados. Esses tubos são atóxicos, não propiciam incrustações, não necessitam de colas ou adesivos plásticos e, além disso, atendem à demanda por tubos e conexões para condução de água quente e fria com grande eficácia.

A união entre tubo e conexão em Polipropileno Copolímero Randômico Tipo 3 (PPR) é realizada por meio de fusão molecular, executada com um termofusor à temperatura média de 260°C.

Entenda como é o procedimento de soldagem dos tubos PPR a seguir:

Procedimentos de Soldagem

  1. Fixar firmemente o suporte do termofusor e os bocais a serem utilizados;
  2. Cortar o tubo no esquadro (90°) cuidando para não deixar rebarba;
  3. Com um pano umedecido em álcool, efetuar a limpeza do tubo e da conexão;
  4. Marcar com um lápis ou caneta a distância máxima de penetração do tubo no bocal fêmea;
  5. Colocar ao mesmo tempo, o tubo e a conexão nos bocais correspondentes, de forma perpendicular, até atingir a marca feita anteriormente no tubo;
  6. Retirar o tubo e a conexão do termofusor quando tiver cumprido os tempos mínimos de aquecimento;
  7. Unir o tubo e a conexão imediatamente após retirados dos bocais, com uma leve pressão até que os anéis formados se encontrem.

Pronto! Tubos molecularmente fundidos, solda finalizada.

 

Soletrol, você em paz com a natureza!

 

Tabela de apoio para soldagem de tubos PPR